GAASC

Visitas Contador de visitas e acessos gratis

quinta-feira, 24 de outubro de 2013






X Expedição Pedais aos Montes - Riquezas Minerais do Norte e Vale do Jequitinhonha

Saída da Igrejinha dos Morrinhos  

Na semana da árvore, do dia 24 ao dia 29 de setembro do ano de 2013 foi realizada em Montes Claros – MG, a 10ª edição do projeto “EXPEDIÇÃO PEDAIS AOS MONTES – Cicloturismo e Educação Ambiental”, uma iniciativa do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango.

Distribuição de mudas entre Capitão Enéas e Janaúba (Rod. Ápio Cardoso)
Esta edição contou com o apoio da  COTEMINAS  e parceria da HERBALIFE, AUTO ESCOLA TRAJETO, TRANSAMÉRICA, SACOLÃO EVANGELISTA, IMPRIMA, SERTÃO NATURAIS E ORGANIZAÇÃO VIDA VERDE – OVIVE.

Espaço vida e Saúde em Janaúba - MG
Desta vez foram contempladas as cidades de Montes Claros, Janaúba, Porteirinha, Serranópolis de Minas, Rio Pardo de Minas, Taiobeiras e Salinas totalizando 610 Km de muita educação ambiental. Foram realizadas atividades como , oficinas com recicláveis, mutirão de limpeza nas áreas de lazer no entorno do Rio Gorutuba, além de palestras de educação ambiental e plantio e distribuição de  500 mudas cedidas pelo viveiro da COTEMINAS.
Secretaria de Meio Ambiente do município de Porteirinha - MG

Palestra na Escola Estadual Professora Marlene Carmo Rio Pardo de Minas - MG

Participarão desta aventura 10 (dez) cicloturistas, a maioria integrantes do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango, acompanhados por 1 (Hum) caminhão e 2 (dois) carros de apoio contendo ao todo 4 (quatro) expedicionários responsáveis por entrevistas, documentação através de fotos e vídeos; e alimentação, totalizando 14 (Quatorze) ambientalistas dispostos a salvar o planeta, contribuindo para o desenvolvimento sustentável.
Estrada entre Porteirinha e Serranópolis de Minas

O projeto chega a sua decima edição, totalizando mais de 3200 quilômetros percorridos, mais de 3500 mudas de arvores distribuídas e/ou plantadas, levando para milhares de crianças a consciência ecológica tão necessária para o enfrentamento das atuais problemáticas ambientais, capazes de extinguir a humanidade, se nada for feito agora.
Salinas - MG



Por: Athos Magno de Câmara Gonzaga (atravéz de: ctrl-c + ctrl-v de Evandro Barros)

Sócio-fundador do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango – GAASC



Mais Fotos da X Expedição:


Serranópolis de Minas - MG



                                                                    Centro Esportivo Ninho da Codorna - Salinas - MG 


 Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Pardo de Minas - MG


 Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio Pardo de Minas - MG

Igreja Matriz de Rio Pardo de Minas - MG

 

Praça em Rio Pardo de Minas - MG


Por do sol entre Rio Pardo de Minas e Taiobeiras


Centro Esportivo Ninho da Codorna - Salinas - MG

Centro Esportivo Ninho da Codorna - Salinas - MG


Plantio de mudas no Centro Esportivo Ninho da Codorna - Salinas - MG
Centro Esportivo Ninho da Codorna - Salinas - MG


Sertão Calango e Ronaldo, proprietário do Centro Esportivo Ninho da Codorna

Pôr do sol BR - 251 Saída de Salinas - MG

Chegada em Montes Claros 

 

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

IX Expedição Pedais aos Montes – Nas Trilhas do Velho Chico
Roteiro José Alves Macedo

Projeto une a prática do Cicloturismo com Educação, História e Meio Ambiente, levando para os mais variados recantos do Norte de Minas, cidadania, conhecimento e respeito à natureza.
 


Nos dias 19, 20 e 21 de outubro foi realizado em Montes Claros – MG, a 9ªedição do projeto “EXPEDIÇÃO PEDAIS AOS MONTES – Cicloturismo e Educação Ambiental”, uma iniciativa do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango associação de caráter ambiental, esportista e adepta ao cicloturismo e ao montanhismo.
O Sertão Calango atua na região desde o ano de 2004 desenvolvendo atividades relacionadas à pratica dos esportes radicais conjuntamente com a preservação ambiental, adentrando nas escolas para difundir o ideal conservacionista através de palestras e atividades lúdicas de reciclagem.
O projeto acontece desde setembro de 2007, sempre realizando três tipos de práticas ambientais: Distribuição e plantio de mudas, conscientização ambiental através de palestras e apresentação de vídeos, e por último a realização de mutirões de limpeza ambiental em áreas naturais bastante degradadas.
A partir da terceira edição ocorreram oficinas com materiais recicláveis, implantação de placas educativas em locais de grande intensidade de visitações e entrevistas com a população local, com o objetivo de levantar dados sobre estas comunidades tornando os relatórios produzidos pelo projeto fonte de pesquisa para instituições de ensino, estudantes e demais interessados.
Na sexta expedição foi introduzido o Teatro Ambiental através de bonecos construídos com materiais recicláveis, com a peça “OS AMIGOS DA NATUREZA”, executada pelo “Grupo Teatral Reciclando”.

Esta edição conta com a promoção da COTEMINAS, apoio da PREFEITURA DE IBIAÍ, PREFEITURA DE LAGOA DOS PATOS, e parceria do LANCHE MANIA, DIMAS LESSA HOTEL, ORGANIZAÇÃO VIDA VERDE – OVIVE, SPORT CICLO, ELÔ VÍDEO, POSTO VIA DUPLA e KIREI INSETOS.
Desta vez foram contempladas as comunidades de Montes Claros, Coração de Jesus, Ibiaí, Lagoa dos Patos e São João da Lagoa, totalizando 310 Km de muita educação ambiental.
O ápice desta edição foi na cidade de Ibiaí, onde foram realizadas atividades como Cine Clube Ambiental, oficinas com recicláveis, mutirão de limpeza nas áreas de lazer no entorno do Rio São Francisco, além de afixação de placas educativas e plantio e distribuição de mudas.



Em Lagoa dos Patos ocorreu arborização da escola, distribuição de mudas e apresentação do Cine Clube Ambiental.
Participarão desta aventura 20 (vinte) cicloturistas, a maioria integrantes do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango, acompanhados por 1 (Hum) caminhão e 1 (Hum) carro de apoio contendo ao todo 6 (seis) expedicionários responsáveis por entrevistas, documentação através de fotos e vídeos; e alimentação, totalizando 26 (Vinte e seis) ambientalistas dispostos a salvar o planeta, contribuindo para o desenvolvimento sustentável.
O número de mudas disponibilizadas para esta edição será de 500, todas cedidas pelo viveiro da COTEMINAS, que serão totalmente distribuídas e/ou plantadas.


O projeto chega a sua nona edição, totalizando mais de 2600 quilômetros percorridos, mais de 3000 mudas de arvores distribuídas e/ou plantadas, levando para milhares de crianças a consciência ecológica tão necessária para o enfrentamento das atuais problemáticas ambientais, capazes de extinguir a humanidade, se nada for feito agora.
Há uma necessidade real de intervenções como essa!


Por Evandro Barros
Coordenador do Projeto Expedição Pedais aos Montes

Sócio-fundador do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango – GAASC

quinta-feira, 3 de outubro de 2013


VIII Expedição Pedais aos Montes – À Caminho dos Geraes
Roteiro Pedais do Sertão





Projeto une a prática do Cicloturismo com Educação, História e Meio Ambiente, levando para os mais variados recantos do Norte de Minas, cidadania, conhecimento e respeito à natureza.

Em comemoração à “Semana Mundial da Água 2011”, nos dias 25, 26 e 27 de março foi realizado em Montes Claros – MG, a 8ª edição do projeto EXPEDIÇÃO PEDAIS AOS MONTES, uma iniciativa do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango associação de caráter ambiental, esportista e adepta ao cicloturismo e ao montanhismo.
O Sertão Calango atua na região desde o ano de 2004 desenvolvendo atividades relacionadas à pratica dos esportes radicais conjuntamente com a preservação ambiental, adentrando nas escolas para difundir o ideal conservacionista através de palestras e atividades lúdicas de reciclagem.
O projeto acontece desde setembro de 2007, sempre realizando três tipos de práticas ambientais: Distribuição e plantio de mudas, conscientização ambiental através de palestras e apresentação de vídeos, e por último a realização de mutirões de limpeza ambiental em áreas naturais bastante degradadas.
A partir da terceira edição ocorreram oficinas com materiais recicláveis, implantação de placas educativas em locais de grande intensidade de visitações e entrevistas com a população local, com o objetivo de levantar dados sobre estas comunidades tornando os relatórios produzidos pelo projeto fonte de pesquisa para instituições de ensino, estudantes e demais interessados.
Na sexta expedição foi introduzido o Teatro Ambiental através de bonecos construídos com materiais recicláveis, com a peça “OS AMIGOS DA NATUREZA”, executada pelo “Grupo Teatral Reciclando”.
Esta edição contou com apoio da COTEMINAS, da PREFEITURA DE BOTUMIRIM, PREFEITURA DE ITACAMBIRA, PREFEITURA DE GRÃO-MOGOL, CICLISTAS DO CERRADO e ONG ITACAMBIRA VERDE, e parceria do BILL`S LANCHES, POSTO JET FOX, AMBIOENTAL / SISNATE, IMPRIMA, ONG DISCOCACTUS ROSSI, EDUC - NÚCLEO DE ESTUDOS, NUTRI ESPORTE, NAVE ESTAMPARIA, SPORT CICLO e MEGA BIKE.
Desta vez foram contempladas as comunidades de Montes Claros, Itacambira, Botumirim, Cristália, Grão-Mogol e Francisco Sá, totalizando 390 Km de muita educação ambiental.
O evento teve inicio às 22:00 hs do dia 24 de março com saída na Igreja Nosso Senhor do Bonfim, símbolo do sesquicentenário montesclarense, e destino a Botumirim, onde houve uma parada para almoço e descanso na cidade de Itacambira. Às 08:00 hs foram realizadas atividades como palestras e oficinas com recicláveis na Escola Municipal Santo Antônio, em Itacambira.
Por volta das 11:00 hs partimos em direção ao Bar do Elpídio, onde os ciclistas seguiriam por 15 Km pela Serra da Bucaina e o apoio pela estrada principal, 35 Km. A chegada em Botumirim foi por volta das 23:00 hs do dia 25 de março, marcada por muito cansaço, choradeira e sentimento de missão cumprida.
No sábado, dia 26 de março, fora realizada no Mercado Municipal de Botumirim toda a programação prevista pela expedição, sendo o ápice desta edição.
Apresentação de vídeos ambientais, palestras com as temáticas: “Apresentação do Sertão Calango e seus projetos”, “A importância das águas para o planeta”, apresentação teatral da peça “Os amigos da Natureza” e realização de oficinas sobre “Construção de brinquedos e puff com materiais recicláveis”, “Pintura” e “Construção de carteiras com caixinha de leite” foram desenvolvidas por toda a manhã, que se encerrou ao meio dia com a distribuição de mais de 200 mudas à população de Botumirim.
As 15:00 hs seguimos viagem em direção a Grão-Mogol, atravessando por Crsitália, onde nos encontramos com o grupo de cicloturismo CICLISTAS DO CERRADO, que nos acompanhou até o destino final. Chegamos em Grão-Mogol por volta das 21:30 hs onde realizamos apresentação de vídeos e distribuição de mudas no Bar Cê qui sabe.
O dia 27 de março foi marcado pelo plantio simbólico de uma árvore na hospedaria municipal, representando a passagem do GAASC no município, e pela visitação à Cachoeira do Véu das Noivas distante 14 Km da cidade de Grão-Mogol, onde afixamos uma placa educativa com os seguintes dizeres: RECOLHA SEU LIXO, FAÇA SUA PARTE, O PLANETA AGRADECE.
Logo em seguida, por volta das 11:30 hs retornávamos para a cidade de Montes Claros pela BR-251, com parada para almoço em Barrocão. Nossa chegada ocorreu as 22:00 no Bill`s Lanches onde houve uma pequena confraternização.
O Movimento Catrumano, idéia completamente associada aos princípios do projeto Pedais aos Montes, de valorizar e enaltecer a região Norte Mineira como berço do estado e como uma região rica e produtiva, em contraposição ao ideal de miséria e seca comumente difundido, também fez parte desta edição.
Participaram desta aventura 18 (Dezesseis) cicloturistas, a maioria integrantes do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango, acompanhados por 1 (Hum) caminhão e 1 (Hum) carro de apoio contendo ao todo 6 (seis) expedicionários responsáveis por entrevistas, documentação através de fotos e vídeos; e alimentação. Também participou 2 (Dois) motoqueiros, responsável pelo apoio à VIII Expedição Pedais aos Montes, totalizando 26 (Vinte e nove) ambientalistas dispostos a salvar o planeta, contribuindo para o desenvolvimento sustentável.
O número de mudas disponibilizadas para esta edição foram de 500, todas cedidas pelo viveiro da COTEMINAS, que foram totalmente distribuídas e/ou plantadas.
O projeto chega a sua oitava edição concluída, totalizando mais de 2400 quilômetros percorridos, mais de 2700 mudas de arvores distribuídas e/ou plantadas, levando para milhares de crianças a consciência ecológica tão necessária para o enfrentamento das atuais problemáticas ambientais, capazes de extinguir a humanidade, se nada for feito agora. Há uma necessidade real de intervenções como essa!


Por Evandro Barros
Coordenador do Projeto Expedição Pedais aos Montes

Sócio-fundador do Grupo de Ação Ambiental Sertão Calango – GAASC



 

Descida de Dona Maria entre Itacambira e Botumirim chegando na ponte do Rio Bananal - Botumirim - MG
Cachoeira do Bananal (208 M) - Botumirim - MG